Arte e Sustentabilidade em Intervenções Urbanas

fotos: Gabriel Dienstmann e Natália Utz

As sociedades contemporâneas são marcadas por sintomas de uma macro-cultura insustentável, enraizados nos modos de se conhecer e vivenciar a realidade em todos os sistemas sociais. A noção de “insustentabilidade” caracteriza os aspectos multi-dimensionais da crise global contemporânea da civilização, contemplando aspectos como o acúmulo de lixo, a falta de água para uso doméstico e a baixa qualidade de vida nas grandes cidades. Acreditamos que a busca por sustentabilidade deve debruçar-se sobre todas as dimensões da insustentabilidade, incluindo sua dimensão cultural. Acreditamos na força da arte como forma de iluminar a sensibilidade e empatia humanas, ferramentas necessárias para alavancar transformações concretas na forma como nos relacionamos com o mundo à nossa volta.

Advertisements